“Dissidente” do CDS/PP chumba Plano de Atividades e Orçamento para 2017

Reuniu, no passado dia 15 de Dezembro, pelas 21 horas, no Salão Nobre da Junta de Freguesia da Branca, a Assembleia de Freguesia presidida por Sandra Marcelino que tinha na agenda vários assuntos com destaque para o Plano de Atividades e Orçamento para 2017, bem como três propostas, entre outras, sendo uma para alteração do Mapa de Pessoal, outra de Toponímia e a última para a concessão de subsídios para as associações de fora da freguesia que venham a projetar o nome desta.

No decorrer da mesma houve várias várias intervenções, com algumas picardias, mas sem excesso de linguagem, com destaque para a ex tesoureira do Executivo de maioria CDS/PP que questionou o Presidente da Junta e restante elenco sobre várias rubricas e verbas constantes no Orçamento classificando o documento de “proposta aligeirada e incorreta”. Por sua vez Ângelo Soares líder da bancada do PSD, diria que se tratava de um “orçamento atípico baseado nas ultimas eleições”.

Na resposta às questões levantadas, José Carlos Coelho, líder do Executivo da Freguesia, defendeu com alguma naturalidade as suas propostas, salientando que “algumas verbas seriam alteradas caso fosse necessário”.
Mas isso não convenceu a oposição nem a outra eleita mas listas do CDS/PP. Posto a votação, o Plano de atividades e Orçamento acabariam chumbados com 7 votos contra, sendo 6 do PSD e 1 da “dissidente” do CDS/PP e 6 votos a favor da bancada do CDS/PP. De referir que a bancada do PSD fez declaração de voto, bem como Cristina Valente (CDS/PP)

Também a proposta para alteração do Mapa de Pessoal foi chumbada, apesar do Presidente ter dito que o atual funcionário da Junta prepara-se para ir para a reforma sendo absolutamente necessário proceder a nova admissão.
Já as propostas para a alteração de toponímia e da concessão de subsídios a instituições de fora da freguesia que posam vir a projetante o nome da mesma foram aprovadas por unanimidade.

 

Notícia Completa na edição de papel do Correio de Albergaria de 21 de Dezembro de 2016

Fonte: Edição de Papel do Jornal Correio de Albergaria